domingo, 17 de novembro de 2013

A Legião de Jathara

Legião de Jathara



A Legião é conhecida dentro da sociedade dos vampiros como uma organização de assassinos sanguinários, trabalhando para quem quer que possa pagar seu preço. O preço que eles cobram por seus serviços é variável, vai desde somas em dinheiro à relíquias e objetos mágicos de grande poder. Os Jatharas tentam evitar os assuntos da Sociedade e da Irmandade, trabalhando para um ou ambos os lados em busca de seus objetivos. Eles circulam entre cidades controladas pelas duas organizações; os outros vampiros os consideram úteis para matar rivais, executar caçadas, açoitar crianças indesejáveis e para se infiltrar em bases rivais de poder. Contudo, a Legião raramente forma verdadeiras alianças com outros vampiros, pois eles consideram os demais como sendo de origem inferior. Precisamente o quê a Legião deseja, contudo, é desconhecido. Certamente, os Jatharas atuam tanto na área física como na política e agentes secretos da organização foram descobertos em cidades onde os vampiros governantes se tornaram muito preguiçosos e presunçosos. Sua influência sobre cidades da Europa Oriental e Ásia são muito mais fortes do que os outros supunham anteriormente.
Apesar dos vampiros já terem visto os Jatharas como empregados honráveis e úteis (e relativamente imponentes), atualmente eles têm pavor do clã. A Legião encaram a Irmandade e a Sociedade com o mesmo desprezo. Para eles, os Marijas são fracos e os Aletheas são indisciplinados. Em missão, os Jatharas tendem a se vestir com o estilo mais prático possível. Dentro das fortalezas, eles se vestem como os Hashshashin de onde veio sua fundadora, com vestes longas e brancas e um cordão vermelho como cinto. Estes indivíduos podem ser de quase qualquer aspecto, pois são escolhidos por suas habilidades e não pela aparência. A maioria dos membros da organização tem origem militar ou já esteve envolvida em guerras, assassinatos, trabalhos ilegais ou atividades terroristas em alguma parte de suas vidas, e apenas os melhores são selecionados. A organização da Legião é rígida, baseada na hierarquia e disciplina e é uma mistura da hierarquia militar de forças armadas do mundo todo.

Soldado
Vampiro recém-admitido na Legião, após passar por um rigoroso treinamento básico de dois longos anos, é promovido a graduação de soldado. Os soldados de campo não são autorizados a morar na Fortaleza, e cumprem a maioria das missões externas mais fracas. Alguns soldados escolhidos para viverem na Fortaleza cumprem as tarefas de servos e sentinelas.

Sargento
Após demonstrar grande valor de coragem e liderança, um soldado pode ser promovido à graduação de sargento. Os Sargentos são os primeiros a cumprirem missões de assassinato, caça ou sabotagem mais complicadas longe da Fortaleza, em trios sozinhos ou em duplas, a comando de um Tenente. Cabe ao Sargento, dentro da Fortaleza, comandar um grupamento de dez soldados.

Tenente
Os Tenentes são os líderes externos e internos da legião. Cabe a eles comandar uma dupla de Sargentos em uma missão, assim como aplicar, dentro do Batalhão, treinamentos nos recém-transformados, para que estes se tornem soldados. Os Tenentes também são responsáveis por recrutar mortais interessantes para as fileiras da Legião.

Capitão
Verdadeiros líderes, os Capitães são o posto mais alto alcançados por vampiros modernos. Apenas são acionados para missões exteriores de grande importância, supervisionando um Tenente e seus Sargentos, e raramente saindo da Fortaleza, ficando com a missão de coordenar e comandar o treinamento dos futuros soldados. Em caso de ataque de uma alcatéia de lobisomens, geralmente os Capitães interferem, pois são fortes o suficiente para lutar de igual contra essas criaturas. Dentro do Batalhão existem apenas três Capitães, cada um comandando um esquadrão.

General

Posto único é mais alto, é o líder supremo da Legião, representado por Ikki Tokugawa, primeira e única cria da rainha Jathara. O general é um vampiro velho e poderoso, intolerante e convencido de seu poder, porém nunca foi derrotado. Todas as missões dos Jatharas devem antes ter a aprovação do general, e sua palavra é lei absoluta dentro da Legião.