sábado, 23 de novembro de 2013

Lobisomens Urbanos

Urbanos


Os lobisomens urbanos são a grande maioria no mundo todo. Surgiram junto com a civilização, se misturando entre as pessoas desde o início dos tempos. Lobisomens urbanos são condicionados de acordo com a sociedade em que vivem, e possuem características, hábitos, crenças e valores em comum com a comunidade. Mesmo assim, nunca fogem à responsabilidade de lutar e entrar em comunhão com a natureza nos momentos necessários. Os urbanos geralmente vivem nos poucos locais naturais que ainda restam nas grandes cidades, como fazendas, sítios ou bairros da periferia. Alguns poucos, muito acostumados à vida agitada, vivem nos centros urbanos, caçando e enfrentando os vampiros locais. Mas sempre que precisam descansar e recuperar as energias, procuram uma fazenda, parque ou bosque próximo para entrarem em contato com a natureza. Existem ainda grupos de lobisomens urbanos, organizados em famílias, que vivem em pequenas cidades do interior e são verdadeiros donos dos vilarejos, protegendo a população contra ataques de vampiros e outras criaturas das trevas. Não existe uma liderança mundial formal para os urbanos, mas todos concordam que o Jätte Fenrir, um título dado ao lobisomem chefe da alcatia no norte da europa é o mais poderoso dos lobisomens, e geralmente seus companheiros fazem e executam a justiça por todo o mundo. A organização interna dos urbanos é bem simples.

Ômega
Lobo recém transformado, geralmente é um adolescente ou jovem que acabou de descobrir seus poderes, e está em treinamento para controlá-los. Os ômegas urbanos são tratados como filhotes, porém com mais respeito do que os selvagens ou vrykolakas. Eles são impedidos de sair das áreas de treinamento, e nunca são escalados em missões de caça ou combate.
Delta
Os deltas são o restante da alcateia. São todos abaixo dos betas e acima dos ômegas. São a força de combate do grupo, e realizam diversas missões, desde proteção do refúgio, trabalhos e serviços comuns e caça à criaturas das trevas, principalmente os vampiros.
Beta
Os betas são os subcomandantes das alcatéias, e comandante de outros subgrupos, em alguns casos. Em alcatéias grandes, com mais de vinte membros, e que eles vivam espalhados pela região, é escalado um lobisomem, geralmente o mais forte, para se tornar o alfa de determinado grupo. Cabe aos betas reportarem as atividades de seus grupos e dos inimigos imediatamente ao alfa, e eles obedecem às ordens apenas deles.
Alfa


O lobo líder, geralmente o mais velho e mais forte, o alfa é responsável por toda a sua alcatéia e pela região de atuação dela. Cabe ao alfa ordenar missões de ataque e destruição aos vampiros e seus aliados, a proteção dos locais naturais sob sua jurisdição, e também cabe ao alfa julgar, condenar ou absolver e punir lobos criminosos de sua alcatéia, ou eventuais vrykolakas capturados em sua região. No mundo moderno, cada estado, província ou grande cidade geralmente tem seu próprio alfa. A posição de alfa é vitalícia, mas caso se mostre indigno, o alfa pode ser deposto pelo beta, ou por um conselho deles. Alfas deposto são sempre mortos, pois traição e incompetência são intoleráveis no mundo dos lobisomens.