sexta-feira, 15 de novembro de 2013

A Sociedade de Marija

Sociedade de Marija

A Sociedade de Marija vê a si mesma como a verdadeira sociedade dos vampiros e está parcialmente correta. Ela é a maior organização de mortos-vivos do planeta. Praticamente qualquer vampiro, com dinheiro e poder suficientes, pode reivindicar sua filiação à Sociedade. Na prática, a influência da Sociedade começa e termina com a proteção do sigilo, para assegurar a coexistência entre vampiros e mortais. A Sociedade se diz aberta à filiação de qualquer vampiro interessado, não importando a origem, mas a grande maioria de seus integrantes é representada pêlos vampiros mais ricos e influentes. Foram nobres germânicos, crias diretas da condessa Marija, que fundaram a organização.
Nas noites atuais, a Sociedade não é mais tão sólida quanto seus defensores dizem que ela é. Os duques e arquiduques sustentam-se em suas posições, negando-se a deixá-las em favor daqueles que atingiram a idade da razão. Os vampiros mais jovens, burgueses e barões sentem que foram deixados de fora de uma organização que eles devem apoiar, mas que oferece pouca ou nenhuma recompensa aos seus esforços, a não ser pelas ameaças de punições aos que falham. Os condes e marqueses encontram- se aprisionados no meio do conflito, incapazes de se decidir entre os jovens ou os duques e arquiduques; juntar-se aos novatos significaria estar relegado aos níveis mais baixos de poder, enquanto a tentativa de se sujeitar aos antigos envolve o risco de ferir alguma sensibilidade e ser destruído por sua insolência.
A hierarquia da sociedade é baseada na nobreza européia, desde os tempos medievais até as revoluções dos séculos XVIII e XVIX.


Burguês
Recém admitidos na sociedade, um vampiro novato, tem a função de aprender e defender o domínio dos mais velhos. Os burgueses geralmente são escolhidos entre pessoas jovens, porém de grande talento, influencia ou riqueza. Idade, sabedoria e experiência são fundamentais para um burguês, apesar de dificilmente um vampiro mais velho da sociedade escolher alguém com mais de 50 anos de idade para transformar, já que a beleza física também é levada muito a sério na sociedade. Alguns vampiros criam burgueses exclusivamente de uma mesma linha familiar, em uma distorcida imitação da nobreza. Outros vampiros brincam que os Marija são todos consangüíneos, enquanto os próprios defendem que somente a nata pode se associar à sociedade.

Barão
São burgueses que já possuem mais tempo de transformação, geralmente cinqüenta anos ou mais, e demonstraram grande talento e dedicação. Porém, sua principal função é controlar e fiscalizar as ações dos burgueses, para que eles não cometam nenhuma temeridade ou ato impensado. Os barões também são senhores dos vampiros em cidades menores, ou possuem o domínio de uma região em casos de grandes centros urbanos.

Conde
Ser nomeado conde é receber um voto de confiança de um dos antigos. Os condes são vampiros quase centenários, ou que já atingiram os cem anos, e que possuem a responsabilidade de administrar um pequeno estado, província ou uma grande cidade. Os vampiros indicados pelos duques para aplicar as punições para traidores e desordeiros também possuem o título de conde.

Marquês
Acima dos condes estão os marqueses, vampiros com mais de cem anos de idade, mas ainda não tão poderosos, que recebem a honra de governar a sociedade em vários estados ou até mesmo um país de pequena ou média extensão.

Duque
Os duques estão entre os mais poderosos da sociedade. Crias das crias da própria Marija, à eles foi delegada a função de reinar e proteger um grande país ou vários países pequenos, além de agirem como nomeadores de condes juízes, ou agirem eles mesmos como juízes, em casos de extrema necessidade.

Arquiduque

Os mortos vivos mais poderosos da sociedade, os sete arquiduques permanecem sendo as sete últimas crias de Marija que ainda “vivem”, todos com pelo menos duzentos anos de idade. Cada um é senhor de um continente inteiro, e ao mais poderoso deles, é delegado o título de imperador, o supremo governante, que se considera o rei dos vampiros de todo mundo, mesmo dos filhos rebeldes de outras organizações. Atualmente o posto está nas mãos de Sílvia de Brandenburg, vampira conhecida por sua crueldade e inteligência.